12. Planejando seu jardim: Os Arbustos

Plantios de Fundaçãos - Foto de Stevie Martin
Os “plantios de fundação” são maciços e bordaduras, com predominância de arbustos, conduzidos ao longo das fundações da casa, para suavizar e enaltecer a construção – Foto de Stevie Martin

Os arbustos, sejam eles decíduos ou perenifólios são uma importante parte da maioria dos jardins residenciais. Plantados em grupos, eles criam cenários e barreiras ou servem como “plantios de fundação” ou sub-bosque sob as árvores.

Arbustos como destaque emoldurando a entrada da casa. Foto de  Kirsten Jennings
Arbustos como destaque emoldurando a entrada da casa. Foto de Kirsten Jennings
Embora a maioria dos arbustos funcionem melhor em grupos, eles também podem ser utilizados isolados, como destaque – Arbustos em destaque podem visualmente conduzir os visitantes para a entrada da casa, por exemplo.

Maciços e renques de arbustos delineiam efetivamente as diferentes áreas do jardim, tanto quanto as paredes demarcam os quartos de uma casa. O plantio adensado de arbustos nos cantos externos da casa, suaviza a transição entre as paredes verticais e as linhas horizontais do terreno.

Os plantios de fundação devem valorizar como um todo o seu paisagismo. No entanto, não é uma boa prática, envolver a casa toda com “plantios de fundação”, a menos que você precise esconder uma fundação feia. Para áreas abaixo de janelas e beirais, selecione plantas que não serão muito altas quando adultas.

Plantas altas podem sombrear as plantas do sub-bosque, então escolha sempre arbustos tolerantes à sombra ou meia-sombra ao selecionar as plantas para o sub-bosque.

O cróton é um arbusto muito chamativo e colorido o ano todo bastante utilizado como ponto focal. Foto de  Parshotam Lal Tandon
O cróton é um arbusto muito chamativo e colorido o ano todo bastante utilizado como ponto focal. Foto de Parshotam Lal Tandon
Você pode criar um variação sazonal, combinando arbustos decíduos com perenifólios. Lembre-se que os jardins tem um aspecto mais unificado quando plantas de folhagem verde predominam. Arbustos com folhas vermelhas, bronzeadas, amarelas ou prateadas o ano todo podem se tornar pontos focais não intencionais e desta forma se desenquadrar do seu paisagismo. Você pode criar unidade no seu jardim plantando os mesmo tipos de arbustos em vários locais diferentes.

Evite plantar arbustos muito próximos uns aos outros. O tamanho da planta adulta é que deverá determinar o espaçamento. Não caia na armadilha de desejar um rápido efeito cheio com os arbustos, escolhendo plantas de crescimento rápido e plantando-os muito juntos. Um jardim maduro não pode ser criado em apenas um ano. Ele requer pelo menor três anos, talvez cinco, antes que um renque ou maciço de arbustos feche completamente e obtenha o efeito desejado.

Arbustos altos são usualmente plantados com espaçamento de 1,5 a 2 metros, arbustos médios pedem de 90 cm a 1,5 metros e os pequenos, cerca de 50 a 80 cm. Plante os arbustos a uma distância correspondente a um pouco mais que a metade do seu tamanho adulto distante da fundação, assim ele poderá crescer e expressar suas formas naturais.

Artigo Anterior: 11. Planejando seu jardim: As árvores
Próximo Artigo: 13. Planejando seu jardim: Forrações, trepadeiras e flores

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *