10. Planejando seu jardim: Forma, Textura e Cor

Compartilhe:

Formas Básicas

As plantas tem hábitos de crescimento ou formas diferentes. As formas básicas e seu uso principais podem ser vistos abaixo:

salso-chorão - planta chorona

O salso-chorão é o exemplo clássico de planta “chorona”. Foto de Jean-Etienne Minh-Duy Poirrier

Vertical: geralmente usado com moderação como ponto focal ou para dar um efeito de altura.
Horizontal: usado para efeitos de largura e para suavizar o encontro entre as estruturas e o terreno.
Piramidal: usado com destaque ou combinado com plantas horizontais ou arredondadas.
Chorona e guarda-chuva: salvo raras exceções é utilizado como destaque
Globoso ou Arredondado: usado para criar maciços, bordaduras e cercas-vivas.

Textura

A cor, o brilho, a densidade, mas principalmente o tamanho das folhas e ramos das plantas determinam sua textura. Plantas de textura fina tem ramos e folhas pequenas, já as de textura grossa, as tem grandes, enquanto que as de textura média tem tamanhos intermediários. Você pode querer selecionar plantas com todos os três tipos de textura. Mas muitas vezes, o tamanho disponível para o jardim irá determinar qual textura é mais apropriada. Um espaço pequeno parecerá maior com plantas de textura fina, do que com plantas de textura grossa, por exemplo.

Buxinho e bananeira - textura fina e grossa

Os extremos de textura para entender melhor. O buxinho com suas folhas miúdas e densamente dispostas é um bom exemplo de textura fina. Já a bananeira com suas folhas enormes e soltas apresenta típica textura grossa, comum a muitas plantas tropicais. Foto de Dennis Tang e H.P. Brinkmann, respectivamente.

Cor

A predominância de uma única ajuda a prover harmonia ao jardim da casa, assim como ao longo de toda vizinhança. Para a maioria das pessoas, a folhagem verde cria um jardim sereno e relaxante. Mas você provavelmente vai querer selecionar plantas com cores, particularmente em flores, frutas, na casca do tronco ou com tons bronzeados ou outonais nas folhas, para que sirvam de destaque de acordo com a mudança das estações. Em nosso clima favorável, também podemos escolher plantas com folhagem e flores coloridas que permanecem assim o ano todo.

cróton

O cróton apresenta textura grossa e folhas coloridas, com efeito sempre chamativo. Alejandro Bayer Tamayo

Você também deve considerar o uso de plantas nativas no seu projeto. As plantas nativas da sua região são tão ou mais belas do que as exóticas e o mais importante, são mais adaptadas às condições de crescimento. Não obstante, ainda tem um importante papel ecológico, servindo de refúgio e alimento à fauna silvestre. Plantas exóticas correm o sério risco de escapar ao cultivo e provocar desequilíbrios no meio ambiente. Da mesma forma, elas muitas vezes são hospedeiras de pragas e doenças que podem afetar a flora nativa local ou áreas de produção agrícola. Um exemplo clássico é o da Murta-de-cheiro, que pode hospedar o transmissor do Greening dos Citrus, uma importante doença que provoca morte e queda na produção de laranjas, limas, limões e tangerinas. Em alguns municípios seu plantio em jardins é proibido por este motivo.

Artigo Anterior: 9. Planejando seu jardim: Selecione as plantas
Em breve o próximo artigo.

Compartilhe:
Raquel Patro

Raquel Patro é editora do site Jardineiro.net e uma pessoa totalmente fascinada pela natureza, principalmente por plantas e jardins. Criou o site Jardineiro.net para disseminar sua paixão, contagiando novos adeptos e entusiasmando os antigos.

Publicado em Cores, Paisagismo, Projetos e Design

Comentários

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Visite o perfil de Jardineiro.net no Pinterest.